Koka - Mulheres mães solo enfrentam desafios na saúde mental
Mulheres mães solo enfrentam desafios na saúde mental
12/02/20243 min
Acessibilidade
Compartilhar

Mulheres mães solo enfrentam desafios na saúde mental

"Eu sentia muita taquicardia e tinha medo de tudo. Me vinham aquelas crises e eu não conseguia entender o que era. Naquela época, saúde mental não era um assunto tão discutido como hoje", diz a manicure e motorista de aplicativo Ione Lais de Almeida, 41. Ela recebeu o diagnóstico de síndrome do pânico em 2021, 15 anos depois do nascimento da segunda filha, hoje com 17 anos. Desde então, cria os três filhos sozinha.

No Brasil, cerca de 11,3 milhões de mulheres são mães solo, segundo estudo da FGV (Fundação Getulio Vargas). Assim como Ione, outras também sofrem impactos da sobrecarga de tarefas e de responsabilidades.

A falta de suporte na maternidade também afetou a saúde mental da engenheira química Fabiana Morais, 31. Moradora de Barueri, na Grande São Paulo, ela conta que passou a entender melhor o que sentia anos depois, quando começou a fazer terapia.

"Ansiedade, raiva, tristeza. Todos os sentimentos vinham misturados e não conseguia perceber cada um deles separadamente. Eu sentia tudo junto, me cobrava muito para ser melhor como mãe, mas vivia com uma angústia enorme. Era tipo nadar, nadar, nadar e morrer na praia", diz a engenheira, mãe de Lucas, 11.

Para ela, toda sua dedicação era em vão. "Parecia que, por mais que eu me esforçasse, não era reconhecida. Me dava uma tristeza ver o pai do meu filho ganhar vários elogios de pai perfeito. Eu, que lutava todos os dias, era somente julgada", completa.

Para Marina Cohen, do Hospital Israelita Albert Einstein a sobrecarga que pode surgir da maternidade solo é um fator importante a ser considerado nos atendimentos psicoterapêuticos. "Os transtornos mentais são sempre multifatoriais. Então, é sempre ideal ter um olhar transversal para a saúde mental", afirma.

Faça login para comentar
Faça um comentário:

Comentários:

0 Comentários postados

Entre em contato para assuntos comercias, clique aqui.

Veja também: