Koka - Irmã de Léo Moura é investigada por venda de ingressos falsos para camarotes da Sapucaí
Irmã de Léo Moura é investigada por venda de ingressos falsos para camarotes da Sapucaí
12/02/20242 min
Acessibilidade
Compartilhar

Irmã de Léo Moura é investigada por venda de ingressos falsos para camarotes da Sapucaí

A Polícia Civil do Rio de Janeiro está investigando Lívia Moura, irmã de Léo Moura, por suspeita de vender ingressos falsos para os camarotes da Sapucaí durante o carnaval. Segundo informações do "g1", cerca de dez pessoas já fizeram denúncias contra ela na 19ª Delegacia de Polícia da Tijuca.

De acordo com as investigações, Lívia Moura é acusada de cobrar cerca de R$5 mil por casal pelos ingressos e não fornecer o QR Code necessário para a entrada no evento. As vítimas relataram que Lívia afirmava que os nomes dos compradores estariam na lista de convidados, mas quando chegavam ao camarote, não conseguiam entrar.

A acusada já prestou depoimento à polícia, porém foi liberada por não haver mandado de prisão pendente contra ela. Vale ressaltar que essa não é a primeira vez que Lívia se envolve em problemas com a polícia. Em 2022, ela também foi acusada de vender ingressos falsos para o Rock in Rio, sendo que uma das vítimas afirmou ter transferido R$20 mil para ela na época.

Léo Moura, ex-jogador de futebol, marcou presença nos desfiles da Sapucaí no último domingo (11/02), mas ainda não se manifestou sobre o caso. O ex-lateral, que se aposentou dos gramados em 2021, teve passagens por diversos clubes brasileiros, sendo mais conhecido por sua história no Flamengo, onde atuou por dez anos e conquistou títulos importantes, como o Brasileiro de 2009 e a Copa do Brasil de 2006.

Faça login para comentar
Faça um comentário:

Comentários:

0 Comentários postados

Entre em contato para assuntos comercias, clique aqui.

Veja também: