Koka - Alternativas aos Agrotóxicos: O Crescimento dos Defensivos Agrícolas Naturais
Alternativas aos Agrotóxicos: O Crescimento dos Defensivos Agrícolas Naturais
29/02/20242 min
Acessibilidade
Compartilhar

Alternativas aos Agrotóxicos: O Crescimento dos Defensivos Agrícolas Naturais

Desde os primórdios da agricultura, os agricultores buscam maneiras de proteger suas plantações das pragas. Na antiga Pérsia, por exemplo, utilizava-se o inseticida natural piretrina, feito a partir de crisântemos secos, para combater insetos que atacavam as plantas. Já no final do século 20, os produtos químicos contendo arsênico, enxofre ou cobre eram comuns em monoculturas de larga escala para proteger frutas, cereais e vegetais.

No entanto, o uso desses pesticidas químicos teve consequências negativas nos ecossistemas e na saúde humana, levando alguns países a proibi-los. A União Europeia, por exemplo, tem enfrentado dificuldades para banir o glifosato, um herbicida associado ao surgimento de casos de câncer e à ameaça à biodiversidade.

Diante desse cenário, surgem as alternativas aos agrotóxicos, como os defensivos agrícolas naturais. Os pesticidas orgânicos, feitos a partir de plantas como a piretrina, óleos essenciais de neem e fungos específicos, estão se tornando cada vez mais populares em todo o mundo. As árvores de neem, por exemplo, contêm limonóides que atuam como inseticidas naturais, repelindo pragas e contribuindo para o controle de gafanhotos, evitando danos às plantações.

Faça login para comentar
Faça um comentário:

Comentários:

0 Comentários postados

Entre em contato para assuntos comercias, clique aqui.

Veja também: